Movimentando 168
NÚMERO 168-JUNHO 2020

Matéria 07 de 09

CIDADE & MOBILIDADE

“Construindo políticas de mobilidade urbana”: diretor do Instituto MDT participa de debate virtual realizado pelo Programa Cidades Democráticas

Em 23 de junho de 2020, o diretor nacional do Instituto MDT, Nazareno Affonso, participou na noite de do debate virtual intitulado “Construindo Políticas de Mobilidade Urbana”, realizado pelo programa Cidades Democráticas, no Canal Resistência Contemporânea, do jornalista Gilbert Martins. Participaram também José Carlos Xavier, engenheiro Civil, especialista em Planejamento de Transportes, foi secretário nacional de Transportes e Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, e Érika Cristine Kneib,arquiteta e urbanista,mestre em Transportes, doutora em Planejamento de Transportes, com pós-doutorado em Mobilidade Urbana, Instituto Superior Técnico de Lisboa. Os trabalhos tiveram coordenação da urbanista Germana Pires e do jornalista Gilbert Martins.

Odiretor nacional do Instituto MDT, Nazareno Affonso, participou na noite de 23 de junho de 2020 do debate virtual intitulado “Construindo Políticas de Mobilidade Urbana”, realizado pelo programa Cidades Democráticas, no Canal Resistência Contemporânea, do jornalista Gilbert Martins.

Participaram também José Carlos Xavier, engenheiro Civil, especialista em Planejamento de Transportes, foi secretário nacional de Transportes e Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, e Érika Cristine Kneib,arquiteta e urbanista,mestre em Transportes, doutora em Planejamento de Transportes, com pós-doutorado em Mobilidade Urbana, Instituto Superior Técnico de Lisboa. Os trabalhos tiveram coordenação da urbanista Germana Pires e do jornalista Gilbert Martins.

ROTEIRO DE PARTICIPAÇÃO

0:00:10 – Abertura dos trabalhos, com apresentação do esquema do programa e os convidados

0:09:00 –Primeiro a participar, Nazareno Affonso respondeu a uma indagação a respeito de mobilidade e sobre como esses aspecto da vida urbana pode ser eficiente e sustentável. Entre outros aspectos ele abordou o conceito de democratização do espaço viário, com melhor utilização das vias por pedestres (em calçadas mais seguras), ciclistas (com ciclovias e ciclofaixas que protejam a bicicleta) e espaço para que os ônibus possam fluir mais livremente, com melhor desempenho, com ganhos de tempo para os usuários e menores custos operacionais.

0:16:40 –Em sua primeira intervenção, a professora Érika Cristine Kneib aborda o tema da relação da mobilidade com um conjunto de políticas urbanas, como moradia e instrumentos de políticas urbanas.

0:25:10 –Instalado pela coordenação do programa e com base em sua experiência no governo e na qualidade de consultor, José Carlos Xavier discorreu sobre a importância do Plano de Mobilidade Urbana para as cidades.

0:37:20 – Em novo momento de participação, Nazareno Affonso fala sobre a mobilidade urbana como direito constitucional, destacando a luta para inserir o transporte público como um serviço essencial na Constituição de 1988 e bem mais tarde, já em 2016, com a liderança de Luiza Erundina, a aprovação de emenda constitucional que qualifica o transporte público como um direito social, que, não obstante, até agora, não vem sendo efetivamente respeitado, uma vez que o Estado Brasileiro parece não se importar com o assunto. Disse que o Instituto MDT debatido muito essa questão. Falou da eficácia do Sistema Único da Saúde (SUS) no combate à pandemia da Covid-19 e destacou que o Instituto MDT, inspirado na ideia do SUS, desenvolveu a proposta do Serviço Único de Mobilidade Urbana Sustentável (SUM), que começa a discutir com diferentes setores da sociedade.

0:47:13 - Érika Cristine Kneib participa respondendo a uma indagação sobre se existem diretrizes que podem ser adotadas nas diferentes cidades brasileiras, mesmo, reconhecendo que hágrandes diferenças entre as cidades, a começar com a escala que podem assumire os problemas que enfrentam.

0:55:46 –Considerando que parte considerável da audiência do programa é da cidade de Palmas, os coordenadores do programa instam José Carlos Xavier Grafite a responder quais seriam os principais desafios da capital do Estado de Tocantins, uma cidade planejada.

1:1145 – A partir deste momento, Érika Cristine Kneib, Nazareno Affonso e João Carlos Xavier respondem a perguntas enviadas ao programa e fazem os comentários finais.

Voltar